20/09/2018
Médico da rede pública é preso por bater cartão e ir trabalhar em outro local particular.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), Núcleo de Francisco Beltrão, prendeu em flagrante na manhã desta quinta-feira (20) em Pato Branco, um médico, funcionário público que presta serviço na 7ª Regional de Saúde, da Secretária de Estado da Saúde, que foi flagrado ao bater o cartão ponto em seu local de trabalho e sair para atender em local particular.

As investigações apontaram que essa prática é corriqueira do servidor e por isso ele foi autuado pela prática do crime previsto no artigo 303-A do Código Penal, que é a infração penal conhecida como peculato eletrônico.

 

 
Ele recebia por um trabalho que não prestou para a população enquanto atendia interesses particulares.

 O médico foi encaminhado para a 5ª SDP onde foi instaurado inquérito policial.

Créditos: PPNews - por: Luiz Carlos Maciel (Informações:Assessoria Gaeco)

Compartilhe com seus amigos!

Veja as últimas notícias abaixo

PUBLICIDADE
no2
no9