no1
28/05/2019
Porca de 300 kg que mora em casa no Centro de cidade paranaense vira caso de polícia

Com 300 kg, a porca Helena ganhou repercussão nacional após ser criada pela dona em uma casa no Centro de Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro. Agora, o animal virou caso de polícia, depois que uma vizinha fez uma denúncia à delegacia por crime ambiental. O forte cheiro vindo da residência e os lixos deixados na rua foram o motivo. A partir daí, um novo Boletim de Ocorrência por ameaça também foi realizado.

Tudo começou após a dona da porca saber do BO feito pela vizinha e postar na rede social Facebook, gerando uma intensa discussão na internet. A partir daí, a pessoa que fez a denúncia afirmou que passou a ser ameaçada. "Eu nunca falei que queria que a porca saísse, tenho animais adotados e entendo o lado do afeto. O problema é que ela colocava lixo na frente da minha casa, entre outros problemas de vizinhança e mau cheiro. Não queria que virasse um caso de polícia", explicou em entrevista à Banda B, sem se identificar.

Segundo o delegado Rafael Guimarães, responsável pela investigação do caso, como a porca é muita querida na região houve uma comoção na internet. "A vizinha reclamou do mau cheiro, barulho do porco e fez o BO, para apuração da situação. Daí isso repercutiu, depois que a vizinha da porca se manifestou em rede social, com a denunciante sendo criticada e sofrendo ameaças. Ela relata que chegaram a jogar bomba na casa dela", descreveu.

Ainda de acordo com o delegado, a polícia vai investigar as ameaças feitas à denunciante. "As pessoas que fizeram isso responderão a procedimento criminal, porque isso é crime também. Se identificadas, elas serão chamadas à delegacia", concluiu.

A reportagem tentou contato via telefone com a dona da porca, entretanto ninguém atendeu. O espaço está aberto para a versão dela para o caso.

 

Créditos: Banda B

Compartilhe com seus amigos!
PUBLICIDADE
no2
no9
PUBLICIDADE
no3