no1
25/03/2020
Ratinho Junior diz que governo seguirá com planejamento e isolamento social contra a Covid-19

O governo do Paraná seguirá como planejamento de isolamento social. Essa foi a resposta passada por um dos assesores do governador Carlos Massa Ratinho Junior, após ser questionado sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro em que este minimizou os riscos da pandemia e criticou a política de isolamento determinada pelo Ministério da Saúde. Na tarde desta terça-feira, 24, o governador do Paraná anunciou uma série de medidas para ajudar as famílias e pequenas empresas do Estado a enfrentar os impactos econômicos da pandemia Covid-19. 

Entre as medidas estão auxílio financeiro para 300 mil famílias por cinco meses, novos limites de consumo nos programas sociais da Copel e da Sanepar, adiamento das parcelas dos programas de habitação da Cohapar e reforço na compra de insumos da agricultura familiar. Também ontem, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um pacote de medidas especiais em resposta à pandemia de coronavírus, incluindo a suspensão por 90 dias de cortes do serviço de eletricidade por inadimplência para consumidores residenciais e serviços essenciais.

 

 

Logo depois a Copel fez o mesmo anúncio, de que não haverá cortes de energia elétrica por falta de pagamento de unidades consumidoras residenciais, inclusive as de baixa renda, além de serviços e atividades consideradas essenciais, conforme a legislação, tais como hospitais e assistências médicas.

A medida vale para toda a área de concessão da Companhia e tem o objetivo de permitir que as pessoas afetadas economicamente pela crise trazida pela pandemia do coronavírus possam se organizar para realizar os pagamentos. O governador afirmou que o pacote social é um conjunto de medidas que atende a necessidade daqueles que mais podem sofrer no curto prazo. Algumas iniciativas já estão sendo efetuadas, como a distribuição da merenda escolar para beneficiários do Bolsa Família. “É a área mais importante nesse momento. Muitas pessoas vão perder parte da renda ou a totalidade dela. Contabilizamos R$ 400 milhões para enfrentar o novo coronavírus nessa primeira etapa”, afirmou Ratinho Junior.

Créditos: Redação Bem Paraná com Blog Política em Debate - Foto: AEN

Compartilhe com seus amigos!

Veja as últimas notícias abaixo

PUBLICIDADE
no2
no9