no1
06/04/2021
Bebê de um mês é vendido pelo próprio pai por R$ 4 mil

Um bebê de apenas 30 dias de vida foi vendido pelo próprio pai por R$ 4 mil na Praia Grande, litoral paulista. O crime foi denunciado pela mãe da criança, ex-mulher do criminoso.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi revelado pela mulher no dia 19 de março. Ela registrava um boletim de ocorrência contra o suspeito por lesão corporal, depois ter sido agredida por ele durante uma discussão em virtude da venda do filho recém-nascido dos dois, no dia 3 de março.

 



Após a revelação, um inquérito foi instaurado para descobrir o paradeiro da criança. O menino só foi encontrado na última quinta-feira, na casa da mãe do comprador, no bairro do Itaim Paulista, zona leste de São Paulo. O homem que negociou o bebê contou para a polícia que é homossexual e tinha o sonho de ter um filho com o companheiro, o que os levou a uma comunidade na internet que oferecia a compra de recém-nascidos. 

A polícia suspeita tratar-se de uma rede de tráfico de crianças. Ronaldo Alves de Souza, de 47 anos, pai biológico, teve a prisão preventiva decretada e está foragido. 

O homem que comprou o bebê também foi preso. Ele registrou o menino no nome dele e do companheiro, que, após afirmar em depoimento não ter conhecimento da compra, foi ouvido e liberado. 

O recém-nascido foi encaminhado para um lar de acolhimento infantil, na cidade de Praia Grande, onde deve permanecer até o fim das investigações. 

Créditos: Primeiro Impacto

Compartilhe com seus amigos!

Veja as últimas notícias abaixo

PUBLICIDADE
no2
no9