no1
21/05/2021
Posto vai vender gasolina a R$ 3,30 em protesto contra impostos

Os consumidores da Capital de SC terão a oportunidade de economizar na gasolina na hora de abastecer o veículo A r$ 3,30 ou saborear uma pizza por quase a metade do preço no dia 27 de maio. A CDL Jovem de Florianópolis promove na Capital a 12ª edição do DLI (Dia Livre de Impostos). A ação tem o objetivo de conscientizar a população sobre a alta carga de impostos e apoiar a simplificação tributária no Brasil.

 

 

Este ano, Florianópolis terá dois estabelecimentos que participarão do DLI. A primeira promoção ocorrerá as 8h no Posto Ilha Bela – na rodovia Admar Gonzaga, 500 – Itacorubi. Serão comercializados mil litros de gasolina comum por R$ 3,30 o litro, desconto de 40%. O abastecimento é limitado a 10 litros para os 100 primeiros carros que chegarem no local e aproveitarem o benefício.

A segunda promoção ocorrerá na Pizzaria Estrela da Ilha, no Campeche, na rodovia Francisco Magno Vieira, nº 3, a partir das 18h. Mais de 20 sabores tradicionais de pizza, no tamanho grande (12 fatias e até 3 sabores), sem borda, estarão com 30% de desconto para retirada no balcão (promoção não é válida para tele-entrega). Nesta noite, o consumidor em vez de pagar R$ 66,00, pagará somente R$ 44,00 em qualquer pizza tradicional do cardápio.

Segundo a coordenadora de Marketing da CDL Jovem de Florianópolis, Juliana Mota, a ação visa demonstrar para a população a alta carga tributária paga em tudo que consome, seja produto ou serviço. “O DLI é um dia simbólico para mostrar à população que até o dia 27 de maio trabalhamos para pagar impostos e somente depois desse dia, estamos recebendo o dinheiro do nosso trabalho”, comenta.

História do DLI no Brasil
O Dia Livre de Impostos nasceu para manifestar a insatisfação do brasileiro com a tributação abusiva que limita o poder de consumo da população, além de servir de freio para o crescimento econômico do país. O Brasil é o 14º que mais arrecada imposto e, está em último lugar como melhor retorna o dinheiro para a população.

Cerca de 5 meses por ano, o brasileiro trabalha para pagar os tributos. Apenas nos setores de maquiagem e eletrônicos as cargas tributárias são de 58% e 43%, respectivamente.

Para Juliana Mota, o DLI é importante para o consumidor conseguir perceber o tamanho da carga tributária embutida nos produtos e serviços. “Os altos preços não são culpa dos comerciantes, e sim da alta carga tributária do país”, conta.

Mota ainda acredita, que para o comerciante, o discernimento sobre a incidência dos impostos no produto ou serviço é extraordinário e o cálculo da carga tributária no país é difícil. “O comerciante precisa ter a percepção clara do custo real do produto e dos tributos atribuídos. Com essa visão, o empresário consegue analisar o tamanho da carga tributária e a margem que irá trabalhar em cada produto ou serviço”, finaliza.

Créditos: Conexão Comunidade - Foto: Agência Brasil

Compartilhe com seus amigos!

Veja as últimas notícias abaixo

PUBLICIDADE
no2
no9